18 DE MAIO: Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

Órgãos da Prefeitura de Mirassol iniciam a campanha Não Feche os Olhos!

O dia 18 de maio ocorre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. E a Prefeitura de Mirassol, por meio do Departamento da Ação Social, o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) e o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (Comcriam) iniciam a campanha Não Feche os Olhos! – Proteja nossas crianças e adolescentes do abuso e exploração sexual.

A proposta busca mobilizar, informar e convocar toda a sociedade mirassolense para participar da luta em defesa dos direitos sexuais e da proteção de crianças e adolescentes. A divulgação da campanha está sendo realizada por cartazes, panfletos, painel eletrônico e pelas redes sociais e site da Prefeitura de Mirassol.

Funcionários do CREAS, Ação Social e CRAS vão distribuir os panfletos em casa e pelo comércio de Mirassol sobre a campanha durante todo o mês de maio/Divulgação PMM

“Queremos mais uma vez lembrar às pessoas que a exploração sexual de crianças e adolescentes é crime. Esta ação de panfletagem é uma ação preventiva”, expõe o diretor do Departamento Municipal da Ação Social, Éder Pinhabel.

O material distribuído contém informações importantes como números de telefones para fazer denúncias sobre suspeitas de violência. 100 é o telefone para o disque denúncia nacional. O Conselho Tutelar de Mirassol pode ser encontrado pelos telefones (17) 3242-1059 ou 99609-8968, e o CREAS pelos telefones (17) 3253-1182 ou 99141-0461.

“Este trabalho quer mostrar quais atitudes podem ajudar a criança ou adolescente vítima do abuso”, lembra Pinhabel. “Não culpar, mostrar que ela não está só, acreditar na criança ou adolescente, deixar que fale sobre os sentimentos, incentivar a procura de ajuda profissional, não criar expectativas que não se sabe se poderão ser cumpridas, reforçar atitudes positivas da criança ou adolescente, incentivar a autoconfiança, dizer e permitir que seja diferente e respeitar o jeito de ser dela são atitudes que podem ajudar a criança ou adolescente vitimizado”, acrescentou.

É possível identificar alguns sinais de violência: lesões físicas, doenças sexualmente transmissíveis, dificuldades de aprendizagem, comportamento muito agressivo ou apático, tensão, afastamento, isolamento, conhecimento sexual inapropriado para a idade, negar-se a voltar para casa, ideias ou tentativa de suicídio, autoflagelação, fugas de casa, choros sem causa aparente, hiperatividade, comportamento rebelde, desnutrição e aparência descuidada.

Por que do dia 18
No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espírito Santo. Seu corpo apareceu seis dias depois carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. O fato ficou conhecido como o “Caso Araceli”.

Por isso, 18 de maio ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000.

Fonte/Arte: Assessoria de Imprensa PMM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here