Banco do Brasil abre cadastro para suspender pagamento do Fies

os maiores avanços ocorreram nos setores de indústria, com 349 vagas / AB

 Estudantes que financiam seus estudos no Banco do Brasil (BB) pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) podem solicitar a suspensão de todas as parcelas restantes do contrato pelo tempo que durar o estado de calamidade pública, devido a pandemia do coronavírus.

A adesão está disponível desde ontem, 24, nas agências BB, e via Mobile na primeira quinzena de outubro. A manifestação é feita de forma simples, sendo necessária apenas a concordância do estudante acerca das alterações contratuais, no momento da solicitação da suspensão.

Após a formalização da proposta, a suspensão não será passível de cancelamento. A medida atende o disposto na Resolução nº 39, de 27/07/2020, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação (MEC) que concede financiamento a estudantes para a educação em cursos superiores de instituições de ensino privadas.

As novas regras ampliam as condições de suspensão dos pagamentos em relação à Resolução nº 38, de 22 de maio, cuja suspensão era de até quatro parcelas a serem incluídas nas prestações vencidas a partir de 20 de março, data em que foi decretado o estado de calamidade no País. A legislação ainda prevê um programa de renegociação – Programa Especial de Regularização do FIES, em fase de regulamentação pelo FNDE/MEC.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here