Em sessão ocorrida agora a pouco, a maioria dos vereadores de Mirassol aprovou, em segunda votação, o Projeto de Resolução nº 11/2021 que dispõe sobre a criação de Cargos em Comissão e Funções Gratificadas de Assessor Parlamentar na Câmara Municipal de Mirassol. O projeto já havia sido aprovado em primeira votação.

A Resolução prevê a contratação de 10 assessores (um para cada vereador) com salário de R$ 4,1 mil a partir de 2022, com todos os direitos assegurado como encargos, horas-extras e outros.

Tanto nesta como na primeira sessão, dois vereadores foram contra a proposta – João Paulo e Pinatto – e a votação fechou sem o voto do presidente Caco Navarrete, como prevê o regimento Interno.

Mesmo não votando, Caco Navarrete justificou que é contra a proposta porque há um TAC – Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o Ministério Público que o impede de contratar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here