CARTILHA DO TRABALHADOR METALÚRGICO – PARTE 12

MULHER E SINDICATO

Ainda hoje, a trabalhadora metalúrgica é bastante discriminada. Por exemplo, há mulheres que exercem a mesma função que homens, mas que recebem salários inferiores. O grande número de casos de assédio moral, físico te sexual também ainda são graves problemas. No entanto, o número de trabalhadoras cada vez maior nas fábricas têm colocado os Sindicatos mobilizados para questões de gênero.

É neste sentido que os Sindicatos têm incluído em suas Convenções Coletivas, cláusulas específicas para a trabalhadora. Questões que vão desde a licença-maternidade, exames preventivos, tempo de amamentação etc. são, sem dúvida, conquistas das trabalhadoras organizadas em seus sindicatos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here