Com vocês… os pré-candidatos

Candidato a prefeito de Mirassol - Amaury do Posto

O entrevistado de hoje é o empresário e contador Amaury do Posto, 56 anos, natural de Magalhães de Almeida (MA). Foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Dolcinópolis. Mora em Mirassol há 16 anos.

Amaury, o que o motiva a disputar a eleição para prefeito de Mirassol?

A minha insatisfação de como a cidade vem sendo administrada nos últimos 40 anos. A minha indignação com a saúde precária, a falta de emprego, de projetos para nossas crianças e a falta de assistência aos mais necessitados.

Baseado em que parâmetros o senhor acredita que os eleitores vão apoiá-lo?

O desejo de mudança, manifestado pela cidade da qual eu compartilho.

Estamos cansados, e quando digo estamos cansados, é porque também faço parte do povo que anseia por mudanças na gestão da cidade.

Como foi sua experiência como candidato a deputado estadual em 2018, quando obteve 2.733 votos?

Foi uma experiência ímpar, e só tenho motivos pra agradecer aos 2.733 amigos que acreditaram em nossas propostas e ideias para Mirassol.

Mesmo com uma campanha enxuta, disputamos com  deputados já conhecidos, como Bolçone, Itamar Borges, Vaz de Lima e Campos Machado. Alcancei o segundo lugar entre os candidatos a deputado estadual na cidade. Isso mostra que a cidade almeja por mudanças e abraçou nossas ideias.

Como estão as articulações para viabilizar sua candidatura? Com quantos e quais partidos o senhor espera contar?

Estamos Juntando ideias e propostas de várias pessoas e também com alguns partidos que compartilhem com as mesmas ideias nossas. Mas o apoio que eu realmente espero contar é com o apoio do povo, pois não adianta ter 30 partidos me apoiando se o povo não estiver comigo.

Já tem o vice-prefeito em mente?

Sim, estamos conversando com o Enfermeiro Valmir, ex-funcionário do Raio-X da antiga Santa Casa.

Quais as principais áreas da Administração o senhor vê como prioridade na gestão pública do município?

Sem sombra de dúvidas a prioridade da nossa gestão será a saúde e a geração de empregos.

Quais os maiores problemas que Mirassol enfrenta atualmente?

A falta de médicos e a precariedade da rede de saúde com um todo, além da falta de emprego, de Lazer, falta de infraestrutura viária e também a falta de um programa e projetos sociais.

Como o senhor espera se relacionar com a Câmara de vereadores?

Quero construir uma boa relação com a Câmara, através do diálogo que será prioridade do nosso governo. Vamos construir uma agenda que nos permita colocar a cidade sempre em primeiro Lugar.

É consenso que a saúde continua sendo o “Calcanhar de Aquiles” das gestões públicas. Se eleito, o que o senhor fará para melhorar o setor?

Sim, isso é consenso há décadas, basta dar uma volta para ver a situação das UBSs sem médicos, estruturas precárias, obras abandonadas, farmácia sem remédios, isso tem que mudar já. Nossa principal bandeira vai ser resolver a falta de saúde, emprego e moradia. Fora isso, pretendemos realizar um mandato participativo, ouvindo a sociedade como um todo.

Passando o quadro geral da pandemia do Coronavírus, sem dúvida os novos prefeitos irão encontrar uma situação bastante crítica, como o desemprego e a consequente questão social, assim como a economia estagnada. Como o senhor pretende lidar com essas questões?

A seriedade da crise provocada pela pandemia do Covid-19 é incontestável. Pretendo atrair empresas para a cidade, com contrapartidas e parcerias oferecidas pelo município. Buscaremos incentivos dos governos Estadual e Federal para estancar a crise do desemprego e reativar nossa economia através da criação de um Distrito Industrial e de uma Incubadora de Empresas.

De onde sairão os recursos para colocar em prática suas propostas?

Da elaboração de projetos junto ao Governo Estadual e Federal, mas principalmente economizando e otimizando os recursos próprios do município, com o enxugamento da estrutura municipal.

Qual é seu maior projeto (obra ou programa) para Mirassol?

O maior projeto que pretendemos deixar para Mirassol é estancar a crise na saúde, construindo um hospital municipal, novas UBSs da Família e também incentivar o interesse de novas empresas a se instalarem na cidade para que nosso povo tenha emprego.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here