Convenções para confirmar candidaturas começam neste sábado em Mirassol

Sete candidatos a prefeito (fotos acima) e 174 a vereador disputam a eleição de 15 de novembro / Divulgação

As convenções dos partidos para indicar oficialmente os candidatos a prefeito, vice-prefeito, vereadores e coligações para as eleições municipais de 2020 vão até 16 de setembro. Em Mirassol, elas começam neste sábado. A eleição será no dia 15 de novembro.

O primeiro partido a marcar a data foi o MDB (Movimento Democrático Brasileiro), do médico e pré-candidato Paulo Thomé, que tem como vice-prefeita a também médica Fernanda Trabulsi, do mesmo partido. A convenção está marcada para este sábado (5), na Câmara Municipal, das 9h às 12h.

As próximas convenções serão no dia 10. Uma delas é a do DEM (Democratas) do engenheiro e advogado Newton César, cujo candidato a vice-prefeito deverá ser o ex-vereador Donegá Neto (Republicanos). Quem marcou para o mesmo dia foi o pré-candidato Tiago Barbosa, do PSC (Partido Social Cristão), ele que tem como vice Fábio Silva (PSC).

Depois será a vez do PP (Progressistas) do vereador Marcão Alves, que escolheu para vice-prefeito o arquiteto Virgílio Zanqueta, do mesmo partido. A convenção está marcada para o dia 13.

O prefeito André Vieira, do PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), que tentará a reeleição com o atual vice-prefeito Tiago Rodrigues (PTB), marcou a convenção para o dia 14.

Já o delegado Edson Ermenegildo, do PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), informou que a convenção de seu partido deverá acontecer no dia 15 ou 16, véspera ou fim do prazo para a realização das convenções. O pré-candidato escolhido para vice na chapa é o vereador Beto Feres, do Partido Liberal (PL).

O empresário Amaury do Posto, do partido Patriotas, marcou sua convenção par o último dia (16/09), ele que tem como pré-candidato a vice-prefeito Valmir Enfermeiro, do Avante.

Calendário

Somente com a realização das convenções partidárias, quando se confirma os candidatos a prefeito, vice-prefeito, vereadores e coligações, é que se inicia o processo de oficialização dos mesmos.  O prazo das convenções vai de 31 de agosto a 16 de setembro.

Depois das convenções, os partidos têm que solicitar à Justiça Eleitoral, até o dia 26 de setembro, o registro de seus candidatos e coligações para que seja deferido ou indeferido. Até então, todos são pré-candidatos.

Coligações

Em relação às coligações, conforme estabeleceu a Emenda Constitucional nº 97, a partir das eleições de 2020, não é mais possível a coligação de partidos nas eleições proporcionais. É permitida apenas coligações para eleições majoritárias, ou seja, de prefeito e vice-prefeito. Isso pôs fim às coligações proporcionais que, na prática, nem sempre os candidatos mais votados eram eleitos. 

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here