Convenções partidárias

A dobradinha de médicos do MDB, Paulo Thomé e Fernanda Trabulsi, os primeiros a marcar a convenção para este sábado (5)

As convenções partidárias começaram oficialmente nesta segunda-feira (31/08) e vão até 16 de setembro, quando já estarão confirmados todos os candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores de Mirassol. Depois os partidos têm até 26 de setembro para solicitarem o registro das candidaturas. Até aqui, oito pré-candidatos colocaram seus nomes à disposição, conforme abaixo. O primeiro partido a marcar a data foi o MDB (sábado, dia 5), do pré-candidato Paulo Thomé.

Pré-candidatos

O prefeito André Vieira (PTB) deve dobrar com o atual vice, Tiago Rodrigues (PTB); Amaury do Posto (Patriota) definiu Valmir Enfermeiro (Avante) como seu companheiro de chapa. Dr. Edson Ermenegildo (PSDB) vai com Beto Feres (PL). Dr. Paulo Thomé (MDB) com Fernanda Trabulsi (MDB). Joãozinho Festas (PSD) terá Vitório Scandiucci (PL). Marcão Alves (PP) com Virgilio Zanqueta (PP). Também definido, praticamente desde o ano passado, está a chapa de Newton César (DEM), tendo Donegá Neto (Republicanos) como seu vice. Por fim, Tiago Barbosa (PSC) terá como vice Fábio Silva (PSC).

Sem festa

Pela primeira vez em seus 110 anos de fundação, o município de Mirassol não contará com nenhum tipo de comemoração pública em seu aniversário: nem desfile de escolas, nem bolo nem atividades culturais devido ao novo coronavírus. Antes, já havia sido cancelada a tradicional Festa de São Pedro pelo mesmo motivo.

Cartórios

O atendimento ao público nos cartórios eleitorais continua sendo realizado de forma remota. Caso seja necessário o atendimento presencial, excepcionalmente ele será realizado das 13h às 17h, mediante prévio agendamento. O contato com os cartórios eleitorais pode ser feito por este e-mail: zeXXX@tre-sp.jus.br (Substituir XXX pelo número da zona eleitoral com três dígitos – por exemplo: 072ª zona eleitoral (ze072@tre-sp.jus.br).

Fundo

Apenas 11 dos 33 partidos políticos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) haviam cumprido, até 22/8, todas as exigências previstas na legislação e foram habilitados a receber recursos do Fundo Eleitoral para as eleições de 2020. Dos R$ 2,03 bilhões que serão disponibilizados pelo Tesouro Nacional para este fim, R$ 797,6 milhões terão como destino essas legendas, o que corresponde a 39,2% do valor total.

Fundo II

De acordo com o TSE, os partidos que já foram autorizados a receber os recursos são PSL (R$ 199,4 milhões); PSD (R$ 138,8 milhões); PSDB (R$ 130,4 milhões); PL (R$ 117,6 milhões); PTB (R$ 46,6 milhões); Solidariedade R$ 46 milhões); Patriota (R$ 35,1 milhões); PSC (R$ 33,2 milhões); Rede (R$ 28,4 milhões); PV (R$ 20,4 milhões); e PMB (R$ 1,2 milhão). O partido Novo e o PRTB, que teriam direito a receber R$ 36,5 milhões e R$ 1,2 milhão, respectivamente, abriram mão das verbas do fundo para as eleições municipais de 2020 por decisão interna das legendas.

Mínimo

O reajuste do salário mínimo para o próximo ano foi reduzido pelo governo federal. O salário vai ficar em R$ 1.067 em 2021. Segundo o Ministério da Economia, a queda da inflação decorrente da retração da atividade econômica impactou o reajuste do mínimo. O projeto do Orçamento de 2021 foi enviado segunda-feira (31) ao Congresso Nacional para apreciação e votação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here