Diretor de Saúde de Mirassol diz que vai adquirir o ‘Kit Covid’

O diretor do Departamento de Saúde de Mirassol, Frank de Oliveira, admitiu que o município tem estudado alternativas para amenizar a situação do Covid-19 e que inclusive fará a aquisição do “Kit Covid”, o polêmico tratamento precoce cuja eficácia não é reconhecida pela OMS e comunidade científica.

O diretor confirmou a intenção em entrevista nesta segunda-feira à TS Rádio de Mirassol, depois da questão ser revelada por este blog no dia 1º de abril, na coluna F@tossíntese.

“O kit covid é bastante controverso. Em algumas situações ele não resolveria, mas em outras deixaria que a situação não se agravasse. Nós estamos fazendo a aquisição dele e vamos deixá-lo à disposição da população. Vai ficar a critério do médico prescrever ou não, sem qualquer obrigatoriedade”, explicou o diretor do DMS na entrevista.

Ele disse ainda que outra alternativa que vem sendo estudada é utilizar a Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Verde para tratar pacientes com covid, desafogando assim a UPA. “O grande problema é que não estamos encontrando profissionais como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, embora eles sejam financiados pelo estado. Isso tem me deixado preocupado”, disse Oliveira.

Até esta segunda-feira 5), Mirassol registrou 136 óbitos, 23.194 notificações, sendo 5.597 confirmados (positivos), 14.838 negativos, 5.250 recuperados e 145 casos em isolamento domiciliar. 

Com TS Rádio Mirassol

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here