Dr. Edson acena que não haverá prejuízo com fim da gratificação dos servidores

Em reunião com Sindicato, prefeito diz que Reforma Administrativa é solução

O prefeito dr. Edson Ermenegildo (PSDB), em reunião hoje de manhã com representantes do Sindicato dos Servidores Públicos de Mirassol,  informou que, em audiência na Subprocuradoria-Geral de Justiça, ficou acordado que o Ministério Público aguardará a Reforma Administrativa proposta por ele para resolução do caso sobre o fim do pagamento da gratificação de níveo universitário aos servidores.

Na reunião com o Sindicato, o prefeito informou que a Reforma  já se encontra em fase de licitação, com o edital já publicado, e que entre os objetivos da Reforma “é garantir que não haverá prejuízos financeiros a aos servidores em questão, se comprometendo, na medida do possível, utilizar-se dos recursos necessários para atingir o objetivo”, constou na ata da reunião.

Participaram da reunião com o prefeito os representantes do Sindicato dos Servidores, Benedito da Silva, presidente; Cristiane Vasquez, vice-presidente; Alfredo Cavalero Neto, advogado.

Já a comissão de servidores foi formada por Fernando Diatei, representante dos procuradores do Departamento de Negócios Jurídicos; Lilian Biazotto, representante dos professores de Educação Física do Departamento de Esportes e Lazer; Tatiane Maria Sant’Ana Lopes, representando os profissionais do Departamento de Assistência Social;

Pedro Palma Neto, representante dos engenheiros e arquitetos do Departamento de Obras e do Planejamento Urbano; e Dra. Denise Rangel Andrade, representando os profissionais do Departamento de Saúde.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here