Todos os municípios do estado de São Paulo entram para a fase vermelha, parcialmente, neste final de semana. A partir desta sexta-feira, 22, a fase mais restritiva do Plano São Paulo valerá para todas as cidades paulistas a partir das 20h, todos os dias da semana. Nos fins de semana e feriados, a medida valerá durante o dia e a noite.

Com isso, bares, restaurantes, comércio não essencial como shopping centers e serviços como salões de beleza estão proibidos de funcionar até a manhã seguinte. Serviços essenciais como supermercados e farmácias seguem abertos. A medida se deve à piora substancial do quadro de infecções e mortes pelo novo coronavírus no Estado mais populoso da Federação.

Nas três primeiras semanas deste ano, o aumento de casos foi de 42% ante o mesmo período de dezembro passado. Morreram 39% mais pessoas de covid-19 também neste intervalo. Foram 62 mil novos diagnósticos e 1.100 óbitos. Ao todo, São Paulo registrou desde o começo da pandemia no estado, em fevereiro de 2020, 1,66 milhão de casos e 50,6 mil mortes.

Aulas adiadas

O governador também anunciou o adiamento do retorno às aulas no Estado de São Paulo para o dia 8 de fevereiro e sem obrigatoriedade das aulas presenciais na rede estadual para as cidades que estiverem nas fases vermelha e laranja.

O Secretário de Educação do Estado, Rossieli Soares, esclareceu alguns pontos referentes ao adiamento. “A nova determinação é válida para rede estadual e particular, no entanto, as escolas particulares que quiserem manter a volta às aulas para o dia 1 de fevereiro, tem a autorização do Governo”, explica.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here