A estiagem era um fenômeno climático típico dos dias de verão, porém, nos últimos anos, ela tem chegado cada vez  mais cedo e, em 2021, já decretou crise hídrica em várias cidades da região Noroeste Paulista.

Diante deste cenário de seca, a Sanessol, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Mirassol, empresa do Grupo Iguá e da Aviva Ambiental, tem tratado esse assunto com atenção durante o ano todo, implantando medidas preventivas essenciais e estratégicas para garantir o abastecimento para os mais de 60 mil moradores da cidade.

Segundo o diretor geral da concessionária, Luís Guilherme Bizelli, o nível de captação do rio São José dos Dourados, responsável por abastecer 30% da cidade, já desceu de 97 para 70 cm em poucos dias. Esse dado é do dia 24 de agosto. “Devido ao calor, às queimadas e à falta de chuva detectamos, em agosto, um aumento de 9% em relação ao mesmo período do ano passado. Pedimos o apoio da população em relação ao consumo consciente para mantermos juntos o pleno funcionamento dos sistemas de água”, alerta.

Diante desse cenário, a concessionária intensificou as ações de conscientização da população com divulgação de carro de som, chamadas na imprensa local e regional, folders de casa em casa e disponíveis em lugares públicos, em parceria com a Prefeitura, mensagens no Facebook, campanha na loja de atendimento. Quem quiser acompanhar a campanha é só seguir as redes sociais facebook/sanessol pela #SuaDiferença. “Nossas equipes também são agentes mobilizadores sobre consumo consciente junto à população”, explica Bizelli.

De olho no clima

Para acompanhar o comportamento climático da região, a empresa firmou um contrato com o Climatempo. O último relatório, gerado no dia 20 de agosto, aponta que a temperatura subirá de forma significativa nas próximas semanas, chegando a 38 graus, e não tem previsão de chuvas até o dia 30 de agosto.

“Essa combinação tende a aumentar o consumo de água da população. Por isso, reforçamos a importância de usar a água de forma consciente, evitando assim possíveis rodízios de abastecimentos como já tem acontecido em cidades da região”, esclarece a gerente operacional da Sanessol, Renata Ferrarese.

Entenda 3 ações preventivas diárias realizadas pela Sanessol:

1.        Acompanhamento sistemático das condições de escoamento, variação do nível d’água e a estabilidade das represas de captação do rio São José dos Dourados e da represa Madalena. Esse trabalho, realizado pela equipe técnica, é uma ação de extrema importância, uma vez que 30% da cidade recebe água dessas fontes.

2.        Locação de geradores para garantir a continuidade da disponibilidade de recurso hídrico em casos de falta de energia;

3.        Levantamento de imagens aéreas da nascente até a captação para garantir o melhor fluxo da água.

Conheça os investimentos de cerca de R$ 700 mil apenas em 2020 com foco no preparo dos sistemas para os períodos de estiagem:

●         Adequações nos sistemas Bico e Portal – com a interligação dos poços São Francisco e Alvorada no sistema Bico obteve maior disponibilidade hídrica do sistema e menor dependência do poço Marilu II, que teve que ser recuperado em outubro do ano passado. Com a intervenção no sistema Portal foi possível manobrar o poço Industrial para ajudar a pressurizar a rede de distribuição do sistema Portal

●         Interligação dos sistemas Regissol I, II e III, melhorando a pressão da rede com a distribuição mais eficaz de água entre esses sistemas.

●         Automação na captação do rio São José dos Dourados, Estação de Tratamento de Água e Sistema Central.

Obras preventivas

A Sanessol deu início, nesta semana, a uma importante ação para aprimorar o abastecimento de água em Mirassol: o aumento da setorização de 29 para 38 setores.

Para isso, serão construídos 3,4 mil metros de reforço de redes de água, beneficiando os moradores dos bairros: Bela Vista, Professor Matheus, Cohab II, Cohab III, Marilu, São Francisco, Flamboyant, Alvorada, Portal, Centro, Regissol I, Regissol II e Laguna.

“Com base nos resultados do estudo de Modelagem Hidráulica, com mapeamento das redes e simulação para otimização da distribuição de água, foi apontado que esta nova divisão dos setores impactará positivamente no abastecimento no município. Essas ações reforçam o compromisso da Sanessol com a qualidade de vida dos moradores, o meio ambiente e a valorização da cidade”, ressalta Bizelli.

A setorização irá contribuir para o uso racional dos recursos naturais,  minimizando as perdas de água, além de ser uma grande aliada na otimização das ações de manutenção.

Com a ampliação dos setores, a população receberá em suas torneiras água com mais pressão e essa divisão ainda ajudará na diminuição do impacto para população durante possíveis manutenções preventivas ou corretivas. “No dia a dia, esta ação vai contribuir para o uso racional dos recursos naturais, minimizando as perdas de água, além de ser uma grande aliada na otimização das manutenções e está diretamente ligada do nosso plano de combate à estiagem”, explica Renata.

Qualquer dúvida sobre os trabalhos realizados pela Sanessol, os moradores podem entrar em contato pelo 0800 775 0195, pelo WhatsApp (17) 99634-2559. A loja de atendimento fica na Rua João Caetano Mendonça de Almeida, 2005 e funciona de segunda a sexta-feira das 7h30 às 17h. Para saber mais sobre a Sanessol, acesse o site www.igua.com.br/sanessol.

(Fonte: Assessoria de Imprensa Sanessol)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here