FIFA reconhece o Brasil como maior vencedor da Copa do Mundo Sub-17

Medalha da conquista da Seleção Sub-17, tetracampeã invicta em 2019 / Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Os quatro títulos da Copa do Mundo Sub-17 conquistados pela Seleção Brasileira colocam o Brasil como maior vencedor mundial da categoria ao lado da Nigéria. A FIFA ajustou o agrupamento de títulos Sub-16 e Sub-17 após pedido de revisão solicitado pela CBF, igualando o número de conquistas das seleções Brasileira e Nigeriana no topo do ranking mundial. Em carta datada de 12 de agosto e assinada por seu presidente, Gianni Infantino, a entidade internacional informa que “o Brasil de fato venceu quatro Copas Mundiais Sub-17 da FIFA, assim como a Nigéria”.

Anteriormente, a FIFA considerava a soma dos títulos obtidos nas duas categorias (Sub-16 e Sub-17) em seu ranqueamento. Com a mudança, a Nigéria passou a ter um título na categoria sub-16, mas diminuiu um na contagem da equipe sub-17. A Copa do Mundo FIFA Sub-17 é organizada desde 1991. Já a Copa do Mundo Sub-16 foi organizada em três edições (1985, 1987 e 1989).

Se a Seleção Brasileira Principal é a maior campeã da Copa do Mundo, sendo a única pentacampeã da história, nas categorias de formação oficiais da FIFA não é diferente. São nove títulos mundiais somados os das equipes sub-17 e sub-20. Nenhum outro país possui tantas Copas do Mundo na base.  Ao todo, entre base e principal, são 14 títulos mundiais brasileiros.

A Seleção Brasileira chegou ao seu tetracampeonato da Copa do Mundo Sub-17 com a taça conquistada de forma invicta na edição de 2019, a primeira realizada no Brasil, com o time foi formado por jogadores da geração 2002. Os outros três troféus foram conquistados em 1997 (Egito), 1999 (Nova Zelândia) e 2003 (Finlândia). 

O Brasil participou de 17 das 18 edições realizadas até hoje da competição e lidera o ranking de jogos (89), vitórias (60) e de gols marcados (199) entre as 82 seleções que já disputaram o torneio. A Seleção Brasileira não sofreu gols em 45% das partidas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here