A duas esculturas baseadas na obra literária de Miguel de Cervantes, confeccionadas  pelo escultor mirassolense Adalto Costa,  que foram retiradas da Praça Central no final de 2018,  estão de volta ao mesmo local, para alegria de crianças e adultos que, curiosas, as usavam para fazer selfies. O resgate está sendo feito pelo Departamento de Cultura de Mirassol, que ainda as estão fixando adequadamente na praça.

As esculturas foram baseadas nos personagens de Dom Quixote e Sancho Pança, cada um montado em seu cavalo, e foram encomendadas e inauguradas pelo ex-prefeito Junior Ricci após a encenação de um teatro sobre a obra de Cervantes.

Produzidas com engrenagens de várias peças de metal, elas foram fixadas na praça em dezembro de 2016 em homenagem à influência da imigração espanhola no município. Quando foram retiradas, sem qualquer comunicado ao artista, foi informado, via imprensa, que seria devido a reforma da praça. Mas, mesmo após concluída a reforma, as obras foram esquecidas.

Chegada das esculturas na praça / Foto: Assessoria PMM

O autor da obra comentou que ficou emocionado e muito feliz por saber que suas obras estariam de volta, e elogiou o departamento e o vereador Caco Navarrete que se empenharam para que isto ocorresse.

“Me senti realizado e reconhecido mais uma vez. Tenho que agradecer ao Caco Navarrete, ao departamento de Cultura e a todos que ajudaram. A administração passada arrancou minhas obras de lá, sem dizer nada, me deixando muito triste. É bom ver que o departamento [Cultura] se sensibilizou e resgatou essa minha contribuição para a cultura de Mirassol”, disse.

O escultor contou que fez uma pesquisa própria em que constatou que em lugar nenhum do Brasil existem esculturas com esse tema nessas dimensões e quantidade de peças de sucata, e por isso está pensando inscrevê-las no Guinness Book. E que, além de Mirassol, um dos condomínios Damha, em Rio Preto,  também possui uma obra sua com esse mesmo tema

“A volta das estátuas atende um pedido de muitos munícipes e do prefeito Dr. Edson, pois eram uma atração e chamavam a atenção de quem passava pelo local e muitas pessoas de cidades da região vinham para fotografar e conhecer o trabalho de perto”, disse o diretor do Departamento de Cultura e Turismo, Wilson Luís Bertati.

SOBRE A OBRA DE CERVENTES

Escrita pelo espanhol Miguel de Cervantes e Saavedra (1547-1616), a obra fictícia relata os feitos de um ingênuo e fidalgo cavaleiro medieval, Dom Quixote. Ao lado dele estão seu cavalo Rocinante e seu fiel amigo e escudeiro Sancho Pança.

Ávido leitor dos romances de cavalaria, Dom Quixote cria seu próprio mundo ao se lançar em diversas aventuras, satirizando as antigas novelas de cavalaria. É considerada uma das maiores obras da literatura espanhola e um clássico da literatura universal.

 “Entre os pecados maiores que os homens cometem, ainda que alguns digam que é a soberba, eu digo que é a falta de agradecimento”.

(Capítulo 58 – Dom Quixote de La Mancha )

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here