Sindicato dos Metalúrgicos prepara pauta de reivindicações

Com data-base em novembro, diretoria realiza assembleias nas fábricas

Com data-base em novembro de 2021, o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Mirassol e Região já está percorrendo toda a base para realizar assembleias com a categoria para a negociações da pauta de reivindicações que deverá ser entregue em setembro.

“Temos algumas cláusulas importantíssimas para negociar a convenção coletiva de trabalho, mas precisamos que haja o reconhecimento da classe empresarial para com seus trabalhadores diante dessa inflação altíssima. As cláusulas econômicas como reajuste salarial com aumento real serão nossa prioridade”, disse Luiz Fernando dos Santos, presidente do Sindicato de Mirassol.

Luiz Fernando, presidente do Sindicato

Luiz Fernando aponta que e produção e as atividades das indústrias vem se aquecendo a cada dia, e isso se deve ao trabalhador. “Por isso é hora de cobrarmos, temos que lutar pelas cláusulas econômicas e sociais que valorizem os metalúrgicos”, disse.

Para ele, o trabalhador perdeu muito no último ano, fruto de um desgoverno que tratou a pandemia com pouco caso e não teve o menor controle da inflação, além de suprimir direitos trabalhistas. “Vamos negociar para repor a inflação do período, mais o aumento real, para devolver o poder de compra dos trabalhadores e, assim, aquecer a economia novamente”, finalizou.

Entre as cláusulas pretendidas estão ainda a luta por: cesta-básica ou vale-compras, aviso-prévio, garantia ao empregado em vias de aposentadoria, garantia ao empregado afastado do serviço por doença, licença maternidade e amamentação, complementação do auxílio previdenciário, Reforma Trabalhista e geração de emprego.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here