Vereador Nando Nogueira renuncia à presidência da CPI da Covid-19

Nando acusa falta de apoio do jurídico, da administração e da presidência da Câmara

O vereador Nando Nogueira (PL) enviou ofício à presidência da Câmara de Mirassol renunciando à presidência da Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI da Covid – justificando falta de apoio da assessoria jurídica, diretora administrativa e até do presidente da Casa, Caco Navarrete (PSD).

A CPI da Covid foi criada para “investigar e apurar indícios de irregularidades na aplicação e gastos das verbas destinadas ao combate da pandemia de Covid-19, no âmbito municipal, bem como toda e qualquer outra suposta irregularidade vinculada ao assunto”.

No ofício, Nando também pede a o comparecimento na tribuna, na  sessão ordinária desta segunda-feira (9), dos assessores jurídico e administrativo “para esclarecerem a lentidão e os empecilhos apresentados para a contratação dos serviços técnicos que auxiliariam a CPI.”

Procurado hoje pelo blog para comentar o assunto, Caco Navarrete foi lacônico: “Conforme solicitado pelo vereador, será explicado segunda na sessão”, resumiu.

Além de Nando Nogueira, a CPI é  formada pelos vereadores Paulo Araújo (PSDB) como Relator, Fábio Kunii (DEM) como Membro e Cida Dias (Republicanos) como Suplente. Com exceção de Nando, os demais foram indicados pelo presidente da Câmara, conforme prevê o Regimento Interno da Casa.

O prazo para conclusão dos trabalhos é de 120 dias, podendo ser prorrogado por igual período. A CPI tem prerrogativas para convocar assessores, funcionários e testemunhas nas oitivas.

Lei o ofício na íntegra:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here