Partindo de uma sugestão do vereador Walmir Chaveiro, vereadores de Mirassol começaram a debater a possibilidade de criação de um fundo financeiro para a compra de vacinas para imunizar a população mirassolense, tendo em vista que pode faltar vacina para todos. Uma reunião deverá ser marcada com o prefeito Edson Ermenegildo.

Na sessão desta segunda-feira (8), mesma sessão, os vereadores  aprovaram projeto de lei autorizando o Poder Executivo  a inscrever o município no consórcio nacional de prefeitos para a compra conjunta de vacinas para Covid-19, medicamentos, insumos e equipamentos na área da saúde. No entanto, o vereador Walmir Chaveiro acredita que não haverá recursos suficientes do município.

“Já o fundo envolveria a todos: município, empresários e quem puder ajudar. Os empresários, por exemplo, poderiam comprar para imunizar seus próprios funcionários. Com o tempo podemos vacinar toda a população”, acredita.

O vereador Caco Navarrete sugeriu a formação de um Conselho Deliberativo para estabelecer  diretrizes e normas gerais de organização, operação e administração do fundo.

QUANTIDADE E PREÇO

Houve também especulações sobre preço e quantidade de vacinas, sendo levado em conta a população total de Mirassol, que é de carca de 70 mil habitantes. Ocorre que em todos os países, os planos de vacinação estão voltados somente para pessoas acima de 18 anos. Isto porque não houve estudos clínicos em quem está abaixo desta idade.

Quantos aos preços, esses variam de laboratório, podendo custar entre R$ 50 e R$ 200. Em janeiro, o jornal Gazeta do Povo divulgou um contrato do governo federal com o Instituto Butantan para a compra de 46 milhões de doses, ao custo de R$ 58,20 a unidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here